MZM - Construtora

“Acredito que em 2017 teremos mais lançamentos”

13 de dezembro / 2016

blogmzm_noticia161213_02-01

Odair Senra, vice-presidente de Imobiliário do Sinduscon-SP, acredita que, nas crises, público do alto padrão prefere “ficar quieto” porque é um grupo que já mora bem.

Os lançamentos dos imóveis de alto padrão diminuíram muito? Por quê?

Em geral, diminuíram todos os lançamentos imobiliários, não só em São Paulo como em todo o Brasil. E o imóvel de alto padrão é o mais sensível em momentos de crise econômica, pois são lançados para um público que já mora bem e está fazendo upgrade ou se adaptando a outras fases da vida com relação a localização, tamanho etc. Nas crises, esse público prefere ficar “quieto”, pois não tem necessidade de fazer negócio.

O cliente está demorando mais para fechar negócio?

Existe um grande eco de que o estoque de imóveis está muito grande. Desta forma, não existe mais o medo de “se perder” o negócio. Existe, assim, mais tempo para o interessado pesquisar. No entanto, deve-se ponderar que existe estoque de imóveis bons e ruins. E o bom terminará antes.

Em quais regiões da capital estão concentrados os lançamentos de alto padrão?

São Paulo é formada por mini-cidades/bairros. Em muito deles existe nichos para lançar edifícios de alto padrão, como Santana, Tatuapé, Campo Belo etc. Mas tradicionalmente os bairros mais considerados como de edifícios de alto padrão são: Higienópolis, os Jardins, Vila Nova Conceição, Itaim e Perdizes.

Qual é a expectativa para os lançamentos em 2017?

A situação está muito ligado a uma recuperação real da economia, mas acredito que teremos um 2017 com mais lançamentos.

A queda da taxa de juros do financiamento imobiliário impacta nas vendas dos imóveis de alto padrão?

A disponibilidade de crédito imobiliário com taxas de juros comportadas, em um ambiente de economia e emprego crescente impacta diretamente o mercado imobiliário em geral. Desta maneira , até mesmo os imóveis que independem de crédito imobiliário para serem comercializados também se movimentam mais.

As incorporadoras estão buscando terrenos para lançamentos em 2017?

As incorporadoras e construtoras estão utilizando o seu banco de terrenos e “aprendendo” o comportamento dos preços de terrenos com a novas regras do novo Plano Diretor e da nova Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo, que interferirão muito na viabilização dos novos negócios. Os altos custos das outorgas onerosas serão sensíveis nos preços finais desses imóveis, para mais.

Fonte: ademi.org.br