MZM - Construtora

Medida certa dos móveis e eletros evita má postura e até melhora o jantar

10 de novembro / 2016

As tarefas diárias na cozinha, como lavar a louça ou preparar o jantar, não devem causar desconforto a quem faz uso do cômodo. Por isso, a disposição do mobiliário e dos eletrodomésticos precisa ser bem pensada para que o espaço seja ergonômico e confortável para os moradores. Os especialistas consultados pelo UOL explicam a seguir como planejar o ambiente, para que ele fique bem “ajustado” às nossas necessidades e se torne mais eficaz.

Fontes: Alexandre Salles, arquiteto e coordenador do curso de Design de Interiores no Istituto Europeo di Design (IED), Patricia Penna, arquiteta e Rodrigo Mindlin Loeb, arquiteto do Mindlin Loeb + Dotto Arquitetura.

Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL
Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Bancada de preparo + fogão

Ao compor a cozinha, considere sempre a estatura de quem utilizará o espaço. A altura média da bancada de preparo, por exemplo, fica entre 85 cm e 93 cm. No entanto, essa medida deve se ajustar ao morador a fim de tornar o uso confortável. A largura padrão gira em torno de 60 cm a 70 cm, porque com essa dimensão o cozinheiro não terá dificuldade de acessar a extremidade mais afastada do móvel. O tampo do fogão, de modo geral, fica alinhado à superfície da bancada de trabalho, que também pode apoiar o cooktop. Tal parâmetro é um balizador para os fogões de embutir, pois os modelos convencionais já vêm com uma altura padrão de 90 cm.

Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL
Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Bancada em ilha

Se você pretende ter uma ilha de cocção com uma bancada de preparo e um cooktop, o cálculo da altura do móvel é o mesmo da bancada tradicional (conforme explicado acima). Porém, como a área tem acesso por todos os lados, sua largura pode se estender além dos 70 cm. Esta medida, porém, vai ser definida de acordo com os equipamentos a serem instalados (a exemplo da pia) e a área disponível na cozinha. Para não errar, pense no ambiente como um todo e crie uma ilha compatível com os demais componentes do espaço.

Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL
Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Pia na medida certa

A largura da cuba deve ser de, no mínimo, 60 cm e a altura do tampo segue a mesma regra da bancada de preparo, variando de 85 cm a 93 cm (conforme a altura do morador). A pia ideal tem profundidade de 16 cm a 18 cm para evitar respingos e acomodar a louça e outros itens durante o uso. Todavia, as dimensões se alteram conforme o formato, a aplicação do equipamento e o seu volume. Para um aproveitamento pleno, ao instalar a torneira, respeite uma distância de 17 cm a 20 cm entre a biqueira da peça e a pia. Esse padrão permite que utensílios e alimentos sejam posicionados sobre o jato d’água com conforto. E, para que a comodidade não seja prejudicada, posicione a torneira de modo que o eixo fique distante até 15 cm (para cada lado) das bordas da cuba.

Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL
Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Armários acessíveis

A altura dos armários inferiores pode variar de 85 cm a 105 cm, lembrando que essa medida muda de acordo com a estatura dos moradores. Deixe também um recuo inferior de 15 cm para o encaixe dos pés sob o móvel, especialmente se a superfície for usada para o preparo dos alimentos ou para apoiar uma pia e/ou o cooktop. Por outro lado, a altura ideal dos armários superiores é a linha dos olhos, para que o usuário possa ter uma boa visualização do espaço interno (ao menos das prateleiras mais baixas). Assim, a instalação fica a uma distância média de 1,6 m do piso. Para melhorar o acesso, a profundidade mais empregada varia de 20 cm a 35 cm.

Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL
Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Eletros embutidos + mesa de refeições

Se sua ideia é embutir o micro-ondas, posicione-o ao nível dos olhos, ou seja, a uma altura entre 1,3 m e 1,45 m do chão. Já o forno pode ser instalado de 90 cm a 97 cm do piso. Dessa forma, você consegue manipular os aparelhos e enxergar o processo de aquecimento ou cozimento. No caso da lava-louças, o indicado é que o equipamento fique um pouco abaixo da linha do olhar. No entanto, é comum a instalação sob a bancada de trabalho. Por fim, a mesa de refeições deve ter, em média, 75 cm de altura e o assento das cadeiras precisa estar distante do piso de 40 cm a 45 cm.

Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL
Imagem: Marcos Inoue/ Arte UOL

Iluminação perfeita

Na cozinha, o ideal é planejar uma iluminação geral e indireta. Além disso, você pode pensar uma linha de luz focada sobre a área de preparo ou lavagem. Se houver um gabinete sobre essa bancada, instale o ponto de luz na parte inferior do armário e nunca sobre o usuário, para não criar sombras. Para pendentes acima da mesa, considere uma distância entre a base da luminária e o tampo de 75 a 90 cm, evitando que o objeto atrapalhe a interação ou cause ofuscamento. No caso de bancadas de refeições, o padrão muda para 70 a 100 cm e para a área de preparo o foco pode pender a 2 m.


Fonte: estilo.uol.com.br